Porque Sim

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

Quando criei este blog tive como intenção, desabafar as minhas tristezas, as minhas alegrias, os meus medos e provavelmente poder partilhar as minhas opiniões e as minhas memórias.

Há quem diga que um blog é como devassar a nossa vida privada. Pode ser desde que o permitamos, mas decerto que quando o criamos é porque quisemos fazê-lo.

Tenho 48 anos o que significa que ainda vivi alguns anos dentro de um regime de censura e nada democrático.

Em casa, ouvia-se a rádio russa (quando se apanhava) e com alguns sustos e medos de alguém descobrir esta traição ao País.

Mas o mais engraçado é que o meu avô, sei-o agora, que eu conheci como meu padrinho, meu tio, meu primo e sei lá que mais, era um foragido da Pide tendo estado inclusivé preso junto com Alvaro Cunhal, era um comunista ferrenho.

Fazia-me confusão como é que essa pessoa, podia ser tanta coisa ao mesmo tempo, primo, tio etc., mas eu gostava muito dele porque trazia-me sempre qualquer coisa, bonecas, caramelos espanhóis, assim se compra uma criança, toma lá disto e calas a boca porque ninguém devia saber que tal personagem tinha estado em casa.

O meu pai rejubilava porque assim sabia que o seu pai estava vivo, a minha mãe tremia que nem varas verdes, com medo daqueles que tinham a facilidade de saber tudo o que se passava dentro de casa de cada um.

Portanto, o meu avô, da parte do meu pai, ao andar fugido era um pinga amor de todo o tamanho, em cada terra ou país, deixava descendência, assim, o meu pai um belo dia apaixonou-se valentemente por uma menina que mais não era que uma sua irmã, do lado do pai.

Coisas do destino.

Os tempos eram outros, não sei o que eles teriam de melhor ou pior.

De melhor eu ser mais jovem, mas não tinha nada que se comparasse ao que existe hoje em dia, e as minhas diversões eram poucas ou nenhumas, claro existiam os bailes e a imaginação para fugir à falta de divertimento, ah e os livros cor de rosa da Corin Tellado, caramba cada vez que os lia, sonhava acordada e já me imaginava com todos aqueles luxos e mordomias.

Meu Deus, que desabafo tão longo, acho que por hoje fico por aqui, amanhã, se Deus quiser aqui estarei a divagar um pouco mais.

  

 

sinto-me: a divagar
publicado por alzirota às 15:01

De Ana a 21 de Agosto de 2008 às 01:24
ola mami eu disse que vinha ca e aqui estou eu,nao sei bem o que o dizer mas aqui vai...olha pa começar acho que o teu blog esta optimo e a escrita entao nem se fala..como toda a gete te diz tem muito jeito para escrever e por isso acho que aqui encontras-te o que procuravas um sitio para desabafares a vontade patilhares algumas coisas enfim um diario....va bjx kidos da tua filhota..ah e tenho muito orgulho em ser tua filha...E desculpa la qualquer coisinha

De ines beijinha a 21 de Agosto de 2008 às 22:55
Tia,parabens ! Nem acredito que tu é que escreveste isto, fiquei a saber tanta coisa que eu nem imaginava que fosse possível. parabénssss !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
É preciso ter muita coragem para desabafar tudo isto na net. Acho que fazes bem pois ás vezes é preciso desabafar para se ficar bem!!!!!!!!!!

De alzirota a 22 de Agosto de 2008 às 20:08
Fico feliz por gostares, vai continuando a ler pois a minha vida , se calhar, daria um livro.
Beijinhos


mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18

24
28

31


Últ. comentários
Parabens Para a Ana para os Avos, e bem Vindo Ant...
Amiga boa tarde.Nos conheçemos desde sempre, e ain...
Olá amiga!Aqui estou eu para te deixar um sorriso ...
Amiga sem palavrasSem palavras mesmoBeijo
obrigado, e todos os sitios são sempre os adequado...
Amiga não é o sitio mais indicado mas aqui vai os ...
opá, essas coisas não se dizem. Fazem-se.AHHHHHHHH...
Tou cm saudades daquele strip, lembras? Bjinhos
Obrigado.É sempre gratificante para mim, saber que...
Boa tarde amigaEsta lindo parabens, esta com um es...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro