Porque Sim

Domingo, 26 de Abril de 2009

O 25 de Abril ficou conhecido como a " Revolução dos Cravos" e sabem porquê?

Porque foi esta flor que se tornou o simbolo da Revolução de Abril de 1974; com o amanhecer as pessoas começavam a juntar-se nas ruas, solidários com os soldados revoltosos; alguém (existem várias versões, sobre quem terá sido, mas uma delas é que uma florista contratada para levar cravos para a abertura de um hotel, foi vista por um soldado que pôs um cravo na espingarda, e em seguida todos os fizeram) começou a distribuir cravos vermelhos para os soldados, que depressa os colocaram nos canos das espingardas.

Incrivel como numa revolução em vez de balas, que matam, havia flores por todo o lado, significando o renascer da vida e a mudança!

O porquê do 25 de Abril ? enquanto os outros países da Europa avançavam  e progrediram  em democracia, o regime português mantinha o nosso país atrasado e fechado a novas ideias.

Sabiam que em Portugal a escola era obrigatória só até á 4ª classe? Depois disso era muito complicado continuar a estudar. E também a maior parte nem á escola ía a vida era muito dura e os pais preferiam que os filhos trabalhassem em vez de os instruir.

Sabiam que os professores podiam dar castigos bem severos aos seus alunos?

Todos os homens eram obrigados a ir á tropa já que na altura estava a acontecer a Guerra Colonial, e a censura, conhecida como "lápis azuis", é que escolhia o que as pessoas liam, viam  e ouviam nos jornais, rádios e televisão.

A partir do 25 de Abril de imediato se extinguiu a policia politica (PIDE/DGS) e a Censura.

Surgiram os sindicatos livres e os partidos foram legalizados.

Recordo-me que em 1973 houve uma sessão de esclarecimento aqui na Ota, do MDP/CDE partido conhecido como de esquerda e muito próximo do PCP, apesar do medo que assolava as pessoas, a curiosidade também era mais do que muita e então onde antes era a loja de móveis do senhor Júlio Lopes, se fez um comicio a casa encheu.

Não sei do que se falou ou tratou, mas eram os primeiros sinais do que haveria de vir a acontecer, um ano depois, a vontade de mudar já era tanta que nem o medo chegava para afastar as pessoas de ouvir a realidade das coisas.

Na altura os partidos que mais ouvia falar era no MDP/CDE, PCP e Partido Socialista, bem como o MRPP. Todos os outros apenas me lembro de terem surgido muito depois.

Para terminar, hoje temos tudo e queixamo-nos de crise, não sei o que pensar de tudo o que os nossos pais e avós passaram, quando uma sardinha tinha de chegar para alimentar 5 a 6 pessoas.

sinto-me: relatora
publicado por alzirota às 21:32

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

27
28
30


Últ. comentários
Parabens Para a Ana para os Avos, e bem Vindo Ant...
Amiga boa tarde.Nos conheçemos desde sempre, e ain...
Olá amiga!Aqui estou eu para te deixar um sorriso ...
Amiga sem palavrasSem palavras mesmoBeijo
obrigado, e todos os sitios são sempre os adequado...
Amiga não é o sitio mais indicado mas aqui vai os ...
opá, essas coisas não se dizem. Fazem-se.AHHHHHHHH...
Tou cm saudades daquele strip, lembras? Bjinhos
Obrigado.É sempre gratificante para mim, saber que...
Boa tarde amigaEsta lindo parabens, esta com um es...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro