Porque Sim

Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Conforme prometido, hoje irei escrever, embora com um dia de atraso, sobre uma história que embora possa parecer mentira ela foi verdadeira.

Com a devida vénia do portal iol passo a descrever:

"Uma mulher tornou-se uma heroína local, na Nova Zelândia, depois de ter tido a frieza de conduzir, literalmente, o homem que tinha acabado de a violar à policia, segundo a imprensa local, citada pela Reuters.

Vipul Sharma conheceu a rapariga num bar de Auckland, em 2006, e levou-a para um parque, onde acabou por violá-la no banco de trás do carro dele. Depois, o homem de 22 anos disse-lhe para ela conduzir  e adormeceu.

A vítima levou o carro até à policia de Auckland, onde o prenderam imediatamente.«Ela demonstrou imensa coragem. Tenho muito respeito pelo que ela passou», disse Simon Welsh, detective local.

O violador foi acusado, esta terça-feira, de rapto e violação pelo tribunal local."

Em contrapartida a esta noticia à quem se suicide pelo facto de ter um pénis pequeno.

Do Jornal de Noticias passo a transcrever:

"No Municipio de Bonao, no Norte da República Dominicana, um homem de 29 anos, desiludido com o tamanho do seu pénis, enforcou-se.

Patricio Ramirez enforcou-se com os cordões dos sapatos, numa tentativa bem sucedida já que, por diversas vezes tinha tentado fazê-lo sem o conseguir.

A mãe explicou ás autoridades que, apesar do apoio médico, o filho não conseguia levantar a sua auto-estima. Segundo a mãe, ele queixava-se constantemente de que as mulheres o abandonavam porque tinha um pénis pequeno."

Enfim, que dizer de histórias como estas?

É claro que poderia escrever sobre o aumento brutal de casos de abusos sexuais contra crianças, bem como um caso passado na Somália onde uma criança de 13 anos foi violada e ao queixar-se ás autoridades locais, foi brutalmente assassinada já que foi acusada pelos mesmos de adultério, mas prefiro esquecer um pouco tudo o que de trágico gira à nossa volta, pois infelizmente estando bem desperta para a realidade nada consigo fazer para ultrapassar estes e outros casos, abanar as consciências pode ser útil, mas mudar mentalidades, hábitos e tudo mais, parece-me que é uma luta perdida.

sinto-me: estupefacta
publicado por alzirota às 20:56

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14

16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30


Últ. comentários
Parabens Para a Ana para os Avos, e bem Vindo Ant...
Amiga boa tarde.Nos conheçemos desde sempre, e ain...
Olá amiga!Aqui estou eu para te deixar um sorriso ...
Amiga sem palavrasSem palavras mesmoBeijo
obrigado, e todos os sitios são sempre os adequado...
Amiga não é o sitio mais indicado mas aqui vai os ...
opá, essas coisas não se dizem. Fazem-se.AHHHHHHHH...
Tou cm saudades daquele strip, lembras? Bjinhos
Obrigado.É sempre gratificante para mim, saber que...
Boa tarde amigaEsta lindo parabens, esta com um es...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro